Segurança, rentabilidade ou liquidez: os três pilares dos investimentos

Segurança, rentabilidade ou liquidez: os três pilares dos investimentos

Também conhecido como tripé financeiro, o termo se refere aos três fatores decisivos no momento de escolher qualquer investimento: segurança, rentabilidade e liquidez, que é a possibilidade de resgatar o valor a qualquer momento.

O sonho de todo investidor é realizar um investimento com ótimos retornos, sem correr riscos e com alta liquidez, correto?

Se você respondeu que sim, infelizmente tenho uma má notícia para te dar: esse investimento não existe! Quando a lucratividade e liquidez forem altas e o risco for baixo, desconfie, pois certamente alguém está tentando te enganar.

O que acontece é que esses três elementos funcionam de maneira inversamente proporcional, por outras palavras, se um investimento tem boa possibilidade de rentabilidade e boa liquidez, é altamente provável que ele também tenha uma menor segurança, como o mercado de ações, por exemplo.

Um exemplo contrário são os títulos conservadores e com alta liquidez, como o Tesouro Selic, mas que não terão um rendimento maior que aplicações agressivas em tempos de expansão.

E, resumidamente, quanto maior o prazo que o investidor está disposto a “deixar seus recursos parados”, maior a rentabilidade. Um CDB com vencimento em 2024 tende a pagar maiores juros que outro com vencimento em 2022 de uma mesma instituição.

Agora que ficou mais claro que só é possível combinar até dois fundamentos do tripé em um único investimento, como fazemos para se beneficiar ao máximo frente ao que queremos?

Por meio de uma carteira de investimentos como um todo, conseguimos balancear esses três aspectos, que não estarão presentes, ao mesmo tempo, em um único investimento, mas que somarão forças dentro de uma carteira diversificada. Além disso, é importante uma boa definição de

objetivos e possibilidades, para otimizar a carteira de acordo com seu momento: eventualmente você pode ter uma disponibilidade de prazo maior, que não necessite tanto dos investimentos com maior segurança e liquidez, mas que tenham uma maior rentabilidade.

Por outro lado, se a intenção for criar a sua reserva de emergência, é adequado recorrer a alternativas seguras e líquidas. Isso serve até mesmo para quem é mais tolerante ao risco.

Para todos os casos, a melhor alternativa é sempre buscar um profissional qualificado e de confiança no mercado. Ele te ajudará a realizar um bom planejamento financeiro, direcionando-o para as aplicações adequadas ao seu perfil e objetivos.